Separei 3 dicas básicas para você utilizar o Marketing Digital para gerar visibilidade como Coaching

Vender uma solução que ninguém pode ver, tocar ou medir é um desafio gigante não é verdade? E torna-se ainda maior quando o assunto é “coaching”, até porque o termo é relativamente novo no Brasil e muitas pessoas que estão se tornando coaches, semelhante aos profissionais de marketing digital, acabam atuando de maneira errada, prejudicando assim, quem trabalha de maneira séria.

Mas se por um lado é ruim vender uma novidade, por outro lado é muito bom, pois o marketing vive exatamente de trazer novidades. Já reparou que todos os meses as empresas de smartphones apresentam uma “novidade” que vai tornar tudo que você conhece obsoleto? Pode ser 1 mega pixel a mais na câmera, ou simplesmente um led a mais no flash da câmera e nós ficamos loucos por isso. Vai entender né? rsrs.

Enfim, vender processos de coaching, seja ao vivo ou pela internet, tem suas particularidades e por isso pensei em três dicas básicas que podem te ajudar a organizar suas idéias na hora de apresentar e vender para o seu potencial cliente. Vamos nessa?

1 – Pare de falar termos técnicos!

Eu sei que você acabou de sair da sua formação e está louco para falar palavras como “crenças limitantes”, “análise de perfil comportamental” etc.. Mas para conseguir alcançar verdadeiramente seu público, você precisa usar uma linguagem mais simples. Isso é um exercício diário, e a pergunta que você deve fazer é: “se eu não tivesse formação em coaching, eu entenderia isso que estou falando?” Leia e releia tudo que você escreveu, se possível mostre para uma pessoa da sua família e pergunte se ela entende o que está sendo dito ali.

2 – Foque na dor!

Marketing Digital para Coaching

Independente de saber ou não que precisamos de um coaching nós temos diariamente problemas e dificuldades não é verdade? Nós do marketing digital chamamos isso de “dores”. Quanto mais você trouxer a tona essas dores, mais atenção do seu público você terá. Começar seus textos ou vídeos com perguntas como: “você sente dificuldades em gerenciar seu tempo?”, “você sente que poderia estar em um patamar melhor na sua vida profissional?”, vão chamar muita atenção do seu público.

3 – Coaching sim, produtor de conteúdo não!

Muitas agências vão sugerir que você produza conteúdo, e até aí tudo bem, o problema é que muitas dessas agências se esquecem que seu foco não é produzir conteúdo e sim, fechar sessões de coaching não é verdade? Por isso, você até pode produzir conteúdo, mas esse conteúdo deve ser extremamente objetivo, com começo, meio e fim, sempre focando em alcançar as dores do seu público, convidá-los a uma reflexão, preencherem o formulário e agendarem uma sessão experimental, gratuita ou como você queira chamar!

Enfim, existe muito mais conteúdo para te ajudar a apresentar serviços ou produtos pela internet. Vale ressaltar que essas dicas são básicas e se você quiser uma proposta específica para o seu negócio, entre em contato comigo que terei um enorme prazer em te auxiliar.

Sucesso e até a próxima.